sábado, 18 de novembro de 2017

DRAGON BALL, ONE PIECE E MAZINGER Z GANHAM BOXES ESPECIAIS NA ESPANHA



                Quando o assunto é o mercado nacional de vídeo, a situação no Brasil não é das melhores. Além das distribuidoras fazerem na maior parte das vezes apenas lançamentos”básicos”, muitas vezes a seleção dos títulos não é das melhores, para não falar que estamos involuindo, pois o mercado de blu-rays não avança, e o de DVDs parece aumentar, enquanto no resto do mundo já se avança para os discos com resolução 4K (UHD). Mas o panorama é ainda pior quando se foca na animação japonesa, podendo contar nos dedos os lançamentos que são feitos por nossas distribuidoras, que mesmo quando fazem um bom trabalho, ainda levam bronca dos “fãs” pelas mais variadas razões, algumas delas completamente sem nexo, quando não é a pirataria que complica tudo.
                Por isso mesmo, dá para se ficar com uma tremenda inveja do que é lançado em outros países, e nem precisa ser uma potência como os Estados Unidos ou a França, mercados onde a animação japonesa tem uma grande base de fãs e inúmeros lançamentos para deixar até mesmo o mais exigente dos otakus com água na boca. Um exemplo é a Espanha, que se não é considerada um país “rico” no panorama geral da Comunidade Européia (pelo menos, comparada a uma Alemanha, Itália, Grã-Bretanha, ou mesmo a França), possui um mercado de vídeo de animação japonesa extremamente pujante, de fazer a situação no Brasil ser vergonhosa. E um exemplo disso é que neste mês de dezembro, uma das principais distribuidoras do mercado de vídeo ibérico estará fazendo alguns lançamentos que vão deixar os fãs da animação japonesa muito empolgados.
                Um deles é da série One Piece, um dos maiores fenômenos atuais do Japão, seja no mangá, ou na sua adaptação animada. O mangá já conta com aproximadamente 90 volumes encadernados, e é o recordista de vendas no Japão, e em vários outros países mundo afora. Já a série animada conta com mais de 800 episódios, e até o presente momento, 13 longa-metragens animados para cinema. E são os filmes da série que ganharão um box especial no mercado espanhol, com lançamento programado para o próximo dia 13 de dezembro.
                ONE PIECE - LAS PELÍCULAS. COLECCIÓN COMPLETA é um box contendo nada menos do que todos os 13 filmes para cinema da série de Ruffy & Cia. singrando os mares em busca dos maiores tesouros da era dos piratas. O lançamento é da Selecta Vísion, e a qualidade do pacote é deixar muitos fãs de animes com inveja: todos os filmes da série criada por Eichiro Oda em alta definição, em discos Blu-Ray, com opções de áudio em japonês, castelhano, e catalão. As opções de legendas dos filmes estão disponíveis em castelhano, com o diferencial de que o 12º filme possui também opções de legendas em catalão e português. Todos os discos BD são zona “B” (Europa), com imagem fullHD widescreen 16:9. Confira a relação dos filmes, com seus títulos em castelhano: 1) One Piece: La película (One Piece 1 - O Grande Pirata do Ouro); 2) One Piece: Aventura en la Isla Engranaje (One Piece 2 - Aventura na Ilha Nejimaki); 3) One Piece: El reino de Chopper en la isla de los animales raros (One Piece 3 - O Reino de Chopper na Ilha dos Estranhos Animais!); 4) One Piece: La aventura sin salida (One Piece 4 - Aventura Mortal); 5) One Piece: La maldición de la espada sagrada (One Piece 5 - A Maldição da Espada Sagrada); 6) One Piece: El Barón Omatsuri y la isla de los secretos (One Piece 6 - O Barão Omatsuri e a Ilha Secreta); 7) One Piece: El gran soldado mecánico del castillo Karakuri (One Piece 7 - Os Mechas do Castelo Karakuri); 8) One Piece: La saga de Arabasta - Los piratas y la princesa del desierto (One Piece 8 - A Princesa do Deserto e os Piratas); 9) One Piece: Episodio de Chopper + El milagro del cerezo en invierno (One Piece 9 - Flor do Inverno, Milagre da Cerejeira); 10) One Piece: Strong World (One Piece 10: Strong World); 11) One Piece 3D: La persecución del sombrero de paja (One Piece 11: A busca pelo Chapéu de Palha); 12) One Piece: Película Z (One Piece 12 – Z); e 13) One Piece: Gold.
                A apresentação dos filmes também é muito bem feita: cada filme vem em uma capa plástica individual, tudo acomodado em um box em forma de arca do tesouro, decorada com cartazes de “procurado” de alguns dos personagens. A caixa já está em pré-venda no site da própria Selecta Vísion, bem como em algumas outras lojas on-line espanholas. O preço é de cerca de 130 euros, um valor que muitos podem até considerar elevado, mas é preciso considerar que são 13 filmes, o que dá uma média de 10 euros por cada filme. Se for analisar por esse lado, não parece tão caro. Mesmo assim, não é um preço exatamente “popular”.
                Outro lançamento para fazer a cabeça dos otakus espanhóis na mesma data é DRAGON BALL - SERIE COMPLETA, também da Selecta Vísion. A primeira fase animada do grande sucesso mundial criado por Akira Toriyama ganha uma caixa em DVD de peso, com nada menos do que 37 discos, trazendo todos os 153 episódios da série de TV de Dragon Ball, oferecendo opções de áudio em japonês, castelhano, catalão, e galego, com legendas em castelhano. Essa edição especial de colecionador traz ainda a ficha técnica e artística, além de um material exclusivo sobre a restauração da série para este lançamento em DVD. O preço desta caixa é de cerca de 175 euros, um valor que precisa ser observado pelo tamanho do box, afinal, são mais de 150 episódios em quase 40 discos. A série já havia sido lançada completa em DVD no mercado de vídeo espanhol, mas esta é a primeira vez que toda a série de TV é oferecida em um único box, sendo uma excelente oportunidade para os fãs que ainda não tinham conseguido comprar a série poderem fazê-lo agora.
                Mas, se acharam essa caixa grande, o que dizer então de ter toda a fase Z de Dragon Ball em DVD? Sim, a Selecta Vísion também estará lançando, no próximo dia 13 de dezembro, DRAGON BALL Z - SERIE COMPLETA, para deixar todos os fãs das aventuras de Goku & Cia. felizes da vida, apesar do impacto que seus bolsos certamente irão sofrer. Esta caixa reúne nada menos do que todos os 291 episódios da fase “Z” de Dragon Ball, nos mesmos moldes da caixa anterior, em nada menos do que 57 discos DVD, com opções de áudio em japonês, castelhano, galego e catalão, com legendas em castelhano. Assim como a caixa da primeira fase, esta também traz como extras ficha técnica e artística, além de material exclusivo sobre a restauração da série para este lançamento em DVD. Novamente, o preço é uma paulada tão forte quanto levar uma kamehameha do herói Goku: são nada menos do que 225 euros. Mas são quase 300 episódios, em quase 60 discos, portanto, o sacrifício é válido. A fase Z também já havia sido lançada em DVD na Espanha ao longo dos anos, mas aproveitando a ocasião em que toda a primeira série de TV foi reunida em uma única caixa, a distribuidora resolveu fazer o mesmo com a mais popular e famosa das séries de Dragon Ball.
                Fechando a lista de megalançamentos de anime da Selecta Vísion em dezembro, temos nada menos do que a caixa COLLECIÓN COMPLETA MAZINGER Z, que reúne em 32 discos DVD, as aventuras do primeiro Super Robô dos animes, criado por Go Nagai em 1972, trazendo todos os 92 episódios da série que revolucionaria a animação niponica com a introdução das séries de mechas gigantes em massa que se tornariam uma verdadeira febre nos anos 1970 na Terra do Sol Nascente. Com um preço de 170 euros, os episódios vem com opções de áudio em espanhol, japonês e catalão, além de legendas em espanhol.
                Destas produções, apenas Dragon Ball foi exibido de forma decente no Brasil, sejanaTV aberta, seja na TV por assinatura. Mesmo assim, no que tange ao mercado de vídeo, a situação já é bem mais complicada. Tanto Dragon Ball, quanto Dragon Ball Z só tiveram seus primeiros episódios lançados em DVD no Brasil, com poucos episódios por disco, e com preços não tão acessíveis, o que fez com que o produto acabasse descontinuado por aqui, para decepção dos fãs que com certeza esperavam um lançamento muito mais bem feito. Em contrapartida, One Piece veio todo retalhado para nosso país, e isso afundou a série, uma vez que os fãs detestaram as alterações. Ruffy e seus amigos até tiveram alguns episódios lançados em DVD, mas a malfadada edição dos mesmos só fez o produto encalhar nas prateleiras, e com razões mais do que justificadas. Tudo isso só fez com que a versão animada de One Piece, filmes incluídos, só pudessem ser acompanhados em terras tupiniquins através de fansubbers, sem nenhum lançamento oficial, apesar da fama mundial que a série já atingiu. Mazinger Z, apesar de sua fama, e do histórico, tendo dado início a toda uma série de produções do gênero dos chamados Super Robôs, permanece inédito até hoje no Brasil.
                Enquanto os fãs brasileiros só podem ficar com inveja destes lançamentos que com certeza farão os fãs ibéricos deitarem e rolarem, fica a esperança de que o nosso mercado de vídeo aprenda com seus erros e lance os produtos de forma mais bem planejada, e sem firulas, entre as quais podemos incluir sem edições ou censuras cretinas, que muitas vezes são impostas a ferro e fogo através de decisões polêmicas, que só conseguem mesmo é desagradar aos fãs, que muitas vezes são tratados como retardados ou idiotas. O problema, contudo, é que muitos “fãs” só sabem criticar, mesmo quando alguma série é lançada de forma pelo menos decente por aqui. E, graças a essa pauleira, muitas vezes despropositada, e raivosa sem motivo, várias produções que poderiam ter melhor sorte e desempenho por aqui acabam “queimadas” desnecessariamente, o que faz com que todo o investimento e planejamento efetuados (algo que não é barato nem cai do céu, de um momento para o outro) se perderem. Existem culpas de ambos os lados, empresas e fãs (leia-se consumidores). E enquanto essa equação não se harmonizar, a chance de vermos um número bem maior de séries de animes lançadas por aqui como estes boxes que estão saindo na Espanha, continuará bem restrito. E que depois o pessoal não fique reclamando que nada sai direito por aqui...

SALVAT LANÇA COLEÇÃO ESPECIAL DOS VINGADORES



                Atenção, marvetes fãs do maior grupo de heróis da “Casa das Idéias”: a Editora Salvat, que já vem publicando três coleções de graphic novels com os heróis da editora, e acaba de anunciar uma coleção limitada dedicada aos supervilões, ataca novamente, com uma outra coleção “limitada” focada em ninguém menos do que os Vingadores. Inspirada no mesmo modelo que a rival Eaglemoss usou para lançar a megassaga “Terra de Ninguém” do Batman e seus aliados no fim do ano passado, a Salvat estará fazendo o mesmo neste final de ano, trazendo três edições especiais com os Vingadores, com um total de cerca de mil páginas, de uma das melhores fases do maior grupo de heróis da Marvel.
                MARVEL EDIÇÃO ESPECIAL LIMITADA – OS VINGADORES, terá cada edição na mesma qualidade gráfica já vista nas coleções de álbuns de luxo atualmente publicados pela editora, com o diferencial de que cada ediçao terá até 500 páginas, dependendo do volume. E, como não poderia deixar de ser, os preços, infelizmente, também são “especiais”, com cada volume tendo o preço de venda de R$ 89,90. Quem optar pela compra direto no site da editora, poderá adquirir a coleção completa, com todos os três volumes, e uma caixa personalizada para guardar a coleção. E quem fizer a compra da coleção mais a caixa no site da Salvat, utilizando o cupom promocional PACKAVENGERS ganha um desconto de 10% sobre o preço total das edições mais a caixa de arquivo, além de frete grátis. Esta oferta, contudo, só é válida para os pedidos que forem feitos até o próximo dia 30 de novembro. Portanto, quem tiver interesse (e puder pagar) que não deixe para a última hora, já que a ediitora avisa que os estoques são “limitados”. Para quem for adquirir as edições em modo avulso, é só ir nas opções de compra do próprio site da editora. A Caixa de arquivo para os volumes também poderá ser adquirida individualmente, pelo preço de R$ 29,90, para quem optar pela compra paulatina da coleção, dependendo de suas possibilidades financeiras.
                A primeira edição já está disponível neste mês de novembro. Já a segunda edição terá data de lançamento no dia 20 de dezembro, enquanto a terceira e última, no dia 20 de janeiro. Confiram agora uma sinopse do que virá nos volumes desta série especial da Salvat, dedicada especialmente aos Vingadores:

MARVEL EDIÇÃO ESPECIAL LIMITADA – OS VINGADORES - EDIÇÃO 01 – AVANTE VINGADORES! – Com textos do premiado Kurt Busiek e arte do lendário George Pérez, chegou a hora de uma nova Era para os Heróis Mais Poderosos da Terra! Desde sua união, os Vingadores sempre defenderam a humanidade contra as forças do Mal, em suas múltiplas faces e contra as mais mortais ameaças que já surgiram em nosso planeta. E quando o dever mais uma vez chama por seus defensores, estes míticos campeões respondem lutando valentemente até que a justiça prevaleça. Porém, quando retornam após um evento capaz de mudar toda a vida, eles terão de enfrentar uma legião de inimigos sem igual, que atendem pelos nomes de Morgana Le Fay, o Esquadrão Supremo, os Krees... e isso só para começar! Hora de começar a acompanhar uma das fases mais cultuadas de todos os tempos dos Vingadores, quando novos e velhos integrantes se unem para honrar um dos brados de batalha mais conhecidos dos quadrinhos: AVANTE, VINGADORES! Este primeiro volume reúne as histórias das edições Avengers (volume 3) 1 a 11, Avengers Annual 1998, Captain America (volume 3) 8, Iron Man (vol. 3) 7, e Quicksilver (volume 1) 7.

MARVEL EDIÇÃO ESPECIAL LIMITADA  - OS VINGADORES – EDIÇÃO 02 – ULTRON ILIMITADO – Criado por Henry Pym com propósitos pacifistas, o robô Ultron renegou sua programação, atacou seu criador, e sempre foi um dos inimigos mais mortíferos dos Vingadores. Sempre evoluindo após cada uma de suas derrotas, cada nova encarnação sua é pior do que a anterior. Contudo, Ultron nunca foi tão perigoso quanto agora. Desta vez, ele passou dos limites, e além de um estratagema dos mais pérfidos e mortais, ele está mais poderoso e letal do que nunca, e os Heróis Mais Poderosos da Terra precisarão dar um basta a isso, pois o destino de toda a humanidade depende deles, e falhar não é uma opção a ser cogitada! A dupla criativa formada por Kurt Busiek e George Pérez mais uma vez continuam a dar as cartas no perigoso jogo do bem contra o mal nesta série de aventuras dos Vingadores, contandotambém com o reforço dos talentos de Jerry Ordway, John Francis Moore, Leonardo Manco e Stuart Immonen, em histórias de tirar o fôlego e que colocam à prova o valor de alguns dos maiores heróis dos quadrinhos de todos os tempos! Este segundo volume reúne as histórias publicadas nas edições Avengers (volume 3) 0, 12 a 22; e Avengers Annual 1999.

MARVEL EDIÇÃO ESPECIAL LIMITADA – OS VINGADORES - EDIÇÃO 03 – LENDAS VIVAS! – Não há paz para o grupo de heróis mais poderosos da Terra: após superarem uma míriadede inimigos, e conseguirem sair vitoriosos dos mais perigosos e complicados desafios, eis que a crise do Oitavo Dia coloca Os Vingadores contra a força imparável do imparável Fanático, enquanto o primeiro dia do herói Triatlo como um Vingador leva a equipe ao sul da fronteira e volta no tempo milhares de anos! E como o mistério de Madame Máscara cruza a maldição do Conde Nefaria? E ainda por cimea, eles ainda precisam encontrar um tempo para visitar os Thunderbolts, Homem Aranha, Capitão Marvel e Patsy Walker, a recém-ressuscitada Felina! Além de terem de resolver confusões com o Cidadão V, Justine Hammer, e Scourge! Este terceiro e último volume da série reúne as aventuras publicadas nas edições Avengers (volume 3) 23 e 34, e Thunderbolts (volume 1) 42 a 44.

                Não deixa de ser um belo lançamento da Salvat, que com certeza fará a festa de muitos fãs dos Vingadores e da Marvel, ainda mais por trazer uma excelente fase do supergrupo. Espera-se, contudo, que tanta oferta de quadrinhos em edições de luxo no mercado não sature demais o setor, uma vez que os leitores estão tendo inúmeras opções de edições de luxo para compra, e isso pode pulverizar as vendas dos títulos, derrubando suas vendas individuais. A aposta da Salvat em novos títulos de coleções de luxo é mais do que válida, mas poderiam lançar estas novas séries após o encerramento das atuais coleções que estão em andamento, de modo a não sobrecarregar o bolso do leitor, que mesmo não sendo obrigado a comprar todas as edições que estão saindo, com certeza agradeceriam se o ritmo de lançamentos fosse um pouco menor, dando-lhes melhores condições de escolher comprar ou não estes novos títulos.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

PANINI LANÇA EDIÇÃO ESPECIAL ESTRELADA PELO CORINGA



                Alguns vilões dos quadrinhos se tornam tão icônicos que acabam ganhando brilho próprio, tamanha a fama que angariam. Alguns, até pela postura dúbia, acabam ganhando títulos próprios, e até a praticar alguns atos de heroísmo, voluntários ou não. Obviamente, tal descrição não se encaixa no Coringa, o mais perigoso e mortal inimigo da galeria de um dos mais famosos heróis dos quadrinhos, o Batman. O que não quer dizer que o Palhaço do Crime não possua sua legião de fãs. Por isso, não foi surpresa quando, nos anos 1970, a DC Comics resolveu lançar um título mensal estrelado pelo vilão, vivendo as mais loucas aventuras em seus planos maldosos. E estas aventuras agora poderão ser conferidas pelos leitores brasileiros, na maisnova edição da série Lendas do Universo DC, lançada pela Panini Comics, que jáestá nas bancas e gibiterias nacionais.
                LENDAS DO UNIVERSO DC: CORINGA, compila todas as 9 edições do título mensal estrelado pelo Palhaço do Crime de Gotham City, publicadas entre maio de 1975 e outubro de 1976, quando a revista acabou cancelada, diante das baixas vendas. Em formato americano, com capa em cartolina, ao preço de R$ 25,90, a edição traz histórias concebidas por Denny O’Neil, Elliot S. Maggin e Martin Pasko. Os desenhos ficaram a cargo de Irv Novick, com participação de nomes como José Luis Garcia-Lopéz, Dick Giordano, Ernie Chen, Vince Colleta, Tex Blasdell, e Frank McLaughlin.
                Obviamente, a insanidade do Coringa foi amenizada neste título regular, a fim de não causar confusões com o infame “Comics Code”, que regulava o teor das histórias em quadrinhos. Por isso, o insano criminoso não cometeu nenhum assassinato nas aventuras, apesar de ter dado muito trabalho às forças da lei. Um destaque da série é a completa ausência do Batman, sendo apenas mencionado aqui e ali, o que não significa que o Palhaço do Crime ficou dando sopa a torto e a direito nas histórias. Em algumas delas, foram recrutados outros heróis para encarar os planos loucos do Coringa, como o Rastejante, e o Arqueiro Verde. Em outros momentos, o gênio louco do Coringa simplesmente foi tão insano que acabou arrumando confusões cm outros vilões do Universo DC, como o Duas-Caras, a Mulher-Gato, o Espantalho, e até mesmo Lex Luthor, passando pela gangue Royal Flush, arrumando as maiores confusões, tanto com eles quanto com a polícia, ao tentarem roubar os mesmos objetos, ao mesmo tempo, no melhor estilo cada um por si.
                Mas, afinal, quem pode esperar alguma sanidade do Coringa? Apesar de tudo, é interessante ver o notório criminoso que tanta dor de cabeça causou ao Batman estrelar suas próprias “aventuras”, escapando do Asilo Arkhan, sendo dado como morto, e ainda batendo cabeça com outros criminosos só para provar que eles até poderiam ser bons no que faziam, mas que só existiria mesmo UM GÊNIO DO CRIME, que claramente, era ele, e estando decidido a provar isso, o que acabou involuntariamente fazendo com que fosse parar atrás das grades.
                Trata-se de um material que, se não é nenhuma maravilha da arte sequencial, por outro lado supera amplamente muitas histórias que são publicadas atualmente no universo dos comics de super-heróis, com o mérito de o Coringa finalmente sair por cima, pelo menos, roubando a cena como protagonista destas histórias. Um ponto a favor da Panini na republicação deste material, que já tinha sido lançado aqui no Brasil pela saudosa Ebal nos anos 1970, quando a editora publicou a maior parte destas aventuras em um título próprio do personagem, no primeiro semestre de 1977, que durou apenas 4 edições. Pelo visto, nem mesmo a fama do Palhaço do Crime foi o suficiente para que a editora publicasse todas as suas aventuras, cujo título já havia sido cancelado nos Estados Unidos quando foram lançadas por aqui...